Posts Home

Ver mais posts...
Mostrando postagens com marcador aline visita. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador aline visita. Mostrar todas as postagens
Instituto Juarez Machado: Patrimônio da nossa Joinville

Instituto Juarez Machado: Patrimônio da nossa Joinville

Hoje, no Aline Visita, iremos conhecer algo diferente do que costumamos ver nesse quadro aqui no blog (se você ainda não conhece, dê uma conferida aqui). Vamos falar um pouco sobre cultura e arte.

Instituto Juarez Machado
(foto)
Joinville é cheia de cultura e histórias para se orgulhar. Muitos atristas nasceram aqui, embora tenham ido construir sua fama em outras cidades, como Hamilton Machado (pintor e desenhista), Luiz Henrique Schwanke (artista plástico) e Eugênio Colin (desenhista e pintor). Mas, hoje iremos falar um pouco sobre Juarez Machado.

Na maioria das vezes, ao ouvir esse nome, lembramos apenas do nosso grande teatro situado no Complexo Centreventos Cau Hansen. Porém, deveríamos lembrar que Juarez foi, e é, pintor, escultor, desenhista, caricaturista, mímico, designer, cenógrafo, escritor, fotógrafo e ator. Trabalhou como chargista em importantes jornais do país e foi mímico num quadro do Fantástico. Conquistou vários prêmios pelo mundo com suas obras inconfundíveis e cheias de detalhes. Seu estilo e cores serviram até de inspiração para a iluminação e cenário do famoso filme O Fabuloso Destino de Amélie Poulain.
Atualmente, Juarez mora em Paris, possui um ateliê também no Rio de Janeiro e presenteou Joinville com o Instituto Juarez Machado.

Instituto Juarez Machado

Depois de tanto ouvir falar sobre o local, resolvi o visitar. Chegando lá não sabemos o que nos encanta mais: o charme da casinha construída por volta de 1930 onde sua família viveu - que hoje abriga a administração do lugar e um ateliê cenográfico do artista -, ou o aconchego do Café L'artiste, situado no pavilhão ao lado, ou o atendimento disciplinado e acolhedor que te recepciona já mesmo na calçada e te guia pelo instituto, te contando um pouquinho da história desse joinvilense tão criativo e cheio de extravagâncias. 

No segundo andar do pavilhão recém inaugurado é onde acontece a exposição permanente "Juarez Machado dos 11 ao 77". Uma exposição com obras escolhidas a dedo pelo artista, desde a sua primeira pitura aos 11 anos, até a sua última feita para celebrar seus 77 anos de idade.
Um conjunto de obras encantadoramente coloridas e belíssimas em seus traços. Cada quadro tem uma história única se escondendo pelos traços, ao mesmo tempo que se insinua e te provoca a inventar uma história sobre ela.


Instituto Juarez Machado

Instituto Juarez Machado

Na exposição, você ganha um guia que narra as aventuras e motivos que o levaram a pintar cada obra. Os quadros na foto acima foram pintados  numa ocasião bastante especial para Juarez. "Uma grande emoção e orgulho para mim" descreve ele. Em Paris, recebe um convite de um diplomata, que viria a ser um grande amigo até os dias de hoje, para representar as Américas numa exposição que celebraria a passagem histórica para um novo milênio. Juarez pintou 4 quadros na ocasião. Um deles foi para o Museu do Vaticano e os outro 3 "ficaram para o patrimônio de nossa Joinville", completa.

Instituto Juarez Machado

Instituto Juarez Machado

Nos quadros acima, podemos observar seu primeiro quadro a óleo aos 11 anos e, logo abaixo, seu quadro aos 77 anos. Perceba como a parede do quadro é verde. É um retrato dele pintando em sua própria exposição! 


Instituto Juarez Machado

Instituto Juarez Machado

O lugar, a exposição e o café logo no andar de baixo, é bastante aconchegante. Suas obras dão um toque todo especial deixando tudo com muito charme. Não é difícil você passar horas lá se perdendo em sua imaginação com tantos detalhes e cores. Ou até mesmo com as delícias do Café L'artiste da Doce Beijo. Vale muito apena uma visita! 

Instituto Juarez Machado

Você pode visitar o Instituto Juarez Machado de terça à domingo, na rua Lages, no América. E ainda, para contribuir com o meio ambiente e a mobilidade urbana, quem for de bicicleta tem entrada gratuita. Visite o site ou a página no facebook para mais informações.
The Old McGallagher | Legítimo pub irlandês de Joinville

The Old McGallagher | Legítimo pub irlandês de Joinville


Um pub irlandês como deve ser. The Old McGallagher, o primeiro e legítimo Irish Pub de Joinville, oferece um ambiente aconchegante, decorações bem irlandesas, comidas deliciosas, atendimento de primeira, e, claro, uma lista extensa com excelentes chopes,  incluindo a Guinness. Sem falar na música, com aquele rock num volume perfeito para ouvir e ser ouvido.



Não é à toa que o The Old McGallagher se tornou um dos meus lugares preferidos na cidade. Em todas as várias vezes que frequentei o local o atendimento nunca deixou a desejar. Mesmo com o pub lotado (o que é bem comum se você chegar nos horários de pico), os atendentes se equilibram muito bem entre cada cliente, recebendo a todos com bom humor.
Entre um atendimento descontraído e outro, você acaba amando o local devido a sua decoração. Algo que remete imediatamente aos pubs da Irlanda. Com quadros e placas divertidas na parede, leprechauns e as irish luck espalhadas pelo local. Tudo muito bonito e fiel. Very Irish.




E então é chegada a hora tão esperada. Com uma lista bem variada de chopes (drinks e soda também há para aqueles que querem algo diferente) e um cardápio bem agradável de abrir o apetite, o lugar te atrai ainda mais, com burgers, dogs, sandwiches, as chamadas finger food e sobremesas. Na minha última passada no pub, pedi Happy Pig Bacon de entrada. Belas fatias longas de bacon, empanada na cerveja e farinha panko, acompanhada de maionese picante de bacon, para depois partir para os meus imbatíveis Fish'n Chips. Infelizmente, você não tem muita escolha de sobremesa, porém, as que tem já valem muito a pena. Se você ainda se sentir na vontade de se aventurar num docinho, experimente o Brigadeiro de Guinness. Maravilhoso.



O ambiente é ótimo para aproveitar em casal ou em um grupo grande de amigos. Se você pretende ir em um número grande de pessoas, sugiro que reserve uma mesa, afinal, o lugar quando é bom lota rápido né. 
Com o certificado de excelência por 2 anos consecutivos pelo TripAdvisor, o local consegue agradar os amantes da cultura irlandesa, ou de apenas um bom chope com atendimento caprichado. 



Visite o site e o facebook.
Conhecendo a Agrícola da Ilha!

Conhecendo a Agrícola da Ilha!


 Quando se falar em beleza e tranquilidade, há um lugar que irá ocupar a maior parte dos meus pensamentos, um lugar onde esconde os mais belos jardins de Joinville. A Agrícola da Ilha Comércio de Plantas tem muita coisa para oferecer a você que procura um lugar para um dia de lazer com a família e amigos.



 Quando você chegar lá para fazer a trilha pelos jardins, recomendo que a faça com um guia primeiramente, pois há muita história bacana por trás das belezas das plantas que você talvez possa gostar de saber. Não há um limite de tempo para ficar nos jardins, então você terá tempo suficiente para aproveitar depois, tirar fotos e deixar as crianças brincando no parque.



 Saindo da primeira trilha, há um espaço onde você pode observar e até mesmo alimentar carpas diretamente na sua mão!


 Certamente, o Jardim do Sol é o espaço preferido de muita gente e sem dúvidas será o seu também. É o jardim que todo mundo gostaria de ter em casa. Com uma bela capelinha ao fundo (que pode ser reservada para realizar seu casamento!) e com um espaço enorme onde você também pode estar fazendo um piquenique de aniversário por exemplo. Porém, infelizmente nessa vez que fomos à agrícola, o Jardim do Sol estava passando por remanejamento, recebendo as sementes de mini girassóis.



Já consegue imaginar centenas e centenas de girassóis decorando esse lugar? Vai ficar lindo!

 Segundo noticiado no site "A inclusão de uma nova espécie no local obedece ao processo de rotação de cultura, que propicia mais saúde às plantas, de uma forma natural". 
 Durante nossa última visita, Dário Bergemann, proprietário do local, veio conversar conosco sobre os jardins, que não poderiam estar em melhores mãos. Demonstrando zelo e paixão pelo o que faz, nos contou como cuidava das flores e dividiu algumas histórias de casamentos realizados naquele jardim e sobre seus esforços para que as pessoas que passam por ali, tenham a melhor das experiências. Porque é isso o que dá aquele toque especial nos lugares que visitamos, é a paixão que é colocada em cada detalhe, com orgulho do que faz.




 Curiosidade: Jardim do Sol já serviu de cenário para o longa de comédia romântica "Uma carta para Ferdinand", que conta a história do francês Frederico Bruestlein (alguém lembra da Alameda Bruestlein, mais conhecida como Rua das Palmeiras?) homem de confiança do príncipe Ferdinand, lá quando Joinville ainda era Colônia Dona Francisca.




 Se você mora ou está visitando Joinville, não deixe de conhecer a Agrícola da Ilha. Visite o Facebook e conheça mais desse lugar que é todo cheio de charme.
Cavalgada pelos canyons

Cavalgada pelos canyons



 Belas paisagens, ar puro, ouvir apenas o som da natureza, esquecer o ritmo acelerado de uma grande cidade e suas obrigações. Relembrar que existe um mundo para ser explorado, voltar no tempo e percorrer trajetos históricos. Que tal juntar tudo isso em apenas um único passeio? A Cavalgada Turística Vale dos Canyons proporciona tudo isso para você, num passeio de 2 horas passando por  trilhas antigas e propriedades privadas lindíssimas.

 Há um tempo atrás que já estávamos querendo realizar um passeio a cavalo, dado que eu nunca havia feito isso antes e gostaria de aprender. Durante nossas férias no Parque Nacional Aparados da Serra, em Praia Grande, pesquisamos as opções na cidade e chegamos a essa cavalgada.


 Na hora confesso que fiquei um pouco tensa diante dos cavalos mas Irídio e Sílvia, proprietários do estabelecimento, explicaram muito bem tudo o que eu precisava saber e fluiu tudo tranquilamente. O perfil de clientes na maioria são pessoas não habituadas a esse tipo de atividades, então eles ensinam e nos conduzem muito bem e os cavalos são muito bem treinados. Além disso, crianças também podem estar fazendo a cavalgada, é super tranquilo. O cavalo escolhido para mim foi o pé de pano, dócil e um tanto competitivo, cortando a frente dos outros cavalos em vários momentos, tentando ficar a frente na subida. Mas tudo numa brincadeira divertida entre eles, foi uma distração a parte no passeio.


 A trilha toda é guiada por Iridio que, com muito conhecimento, vai contando as histórias dos locais onde passamos e tirando fotos a todo momento. Um guia muito atencioso e dedicado.
 Passamos por sítios privados, com campos enormes e maravilhosos com vistas de tirar o folego. Infelizmente, devido a fortes ventos no dia, não pudemos ver o nascer do sol lá de cima, como havíamos planejados. Fizemos o passeio durante a tarde mas você pode agendar horários tanto para o nascer quanto para o por do sol, o que eu altamente recomendo, pois a vista é, mais uma vez, de tirar o folego. Lembrando que o passeio também é realizado mesmo com chuva, disponibilizando capas de cavaleiros para você fazer a trilha no maior estilo.


 Se você é alérgico a mosquitos leve um repelente pois você pode encontrar vários no caminho. Mas como a boa pessoa esquecida que sou, pude contar com a prevenção de Irídio que, sempre pensando no bem estar dos clientes, carrega um repelente consigo para pessoas esquecidas.
 Se pé de pano foi apressado para subir, na volta ele já estava mais preguiçoso ficando um passo atrás. Terminamos as trilhas extremamente satisfeitos com a experiência. Andar a cavalo por campos verdes, entre árvores e riachos, comendo frutas direto do pé, ouvindo as histórias de antigos tropeiros que faziam a mesma rota que a nossa, de alguma forma nos faz voltar no tempo e até mesmo lembrar das histórias de cavaleiros medievais que tanto lemos e assistimos.
 Irídio e Silvia fazem um atendimento impecável, te deixando muito a vontade com os cavalos, que por sua vez, também são muito bem cuidados. Se você estiver pensando em visitar o Parque Nacional de Aparados da Serra não deixe de incluir essa cavalgada em seu roteiro.

O Orquidário Reinheimer

O Orquidário Reinheimer


 Joinville, a cidade das flores. Não é atoa que levamos esse título. E quando você começa a reparar nos cantinhos floridos dessa cidade você fica cada vez mais apaixonado, assim como fiquei por esse orquidário!