Posts Home

Ver mais posts...
Mostrando postagens com marcador Aparados da Serra. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Aparados da Serra. Mostrar todas as postagens
Cavalgada pelos canyons

Cavalgada pelos canyons



 Belas paisagens, ar puro, ouvir apenas o som da natureza, esquecer o ritmo acelerado de uma grande cidade e suas obrigações. Relembrar que existe um mundo para ser explorado, voltar no tempo e percorrer trajetos históricos. Que tal juntar tudo isso em apenas um único passeio? A Cavalgada Turística Vale dos Canyons proporciona tudo isso para você, num passeio de 2 horas passando por  trilhas antigas e propriedades privadas lindíssimas.

 Há um tempo atrás que já estávamos querendo realizar um passeio a cavalo, dado que eu nunca havia feito isso antes e gostaria de aprender. Durante nossas férias no Parque Nacional Aparados da Serra, em Praia Grande, pesquisamos as opções na cidade e chegamos a essa cavalgada.


 Na hora confesso que fiquei um pouco tensa diante dos cavalos mas Irídio e Sílvia, proprietários do estabelecimento, explicaram muito bem tudo o que eu precisava saber e fluiu tudo tranquilamente. O perfil de clientes na maioria são pessoas não habituadas a esse tipo de atividades, então eles ensinam e nos conduzem muito bem e os cavalos são muito bem treinados. Além disso, crianças também podem estar fazendo a cavalgada, é super tranquilo. O cavalo escolhido para mim foi o pé de pano, dócil e um tanto competitivo, cortando a frente dos outros cavalos em vários momentos, tentando ficar a frente na subida. Mas tudo numa brincadeira divertida entre eles, foi uma distração a parte no passeio.


 A trilha toda é guiada por Iridio que, com muito conhecimento, vai contando as histórias dos locais onde passamos e tirando fotos a todo momento. Um guia muito atencioso e dedicado.
 Passamos por sítios privados, com campos enormes e maravilhosos com vistas de tirar o folego. Infelizmente, devido a fortes ventos no dia, não pudemos ver o nascer do sol lá de cima, como havíamos planejados. Fizemos o passeio durante a tarde mas você pode agendar horários tanto para o nascer quanto para o por do sol, o que eu altamente recomendo, pois a vista é, mais uma vez, de tirar o folego. Lembrando que o passeio também é realizado mesmo com chuva, disponibilizando capas de cavaleiros para você fazer a trilha no maior estilo.


 Se você é alérgico a mosquitos leve um repelente pois você pode encontrar vários no caminho. Mas como a boa pessoa esquecida que sou, pude contar com a prevenção de Irídio que, sempre pensando no bem estar dos clientes, carrega um repelente consigo para pessoas esquecidas.
 Se pé de pano foi apressado para subir, na volta ele já estava mais preguiçoso ficando um passo atrás. Terminamos as trilhas extremamente satisfeitos com a experiência. Andar a cavalo por campos verdes, entre árvores e riachos, comendo frutas direto do pé, ouvindo as histórias de antigos tropeiros que faziam a mesma rota que a nossa, de alguma forma nos faz voltar no tempo e até mesmo lembrar das histórias de cavaleiros medievais que tanto lemos e assistimos.
 Irídio e Silvia fazem um atendimento impecável, te deixando muito a vontade com os cavalos, que por sua vez, também são muito bem cuidados. Se você estiver pensando em visitar o Parque Nacional de Aparados da Serra não deixe de incluir essa cavalgada em seu roteiro.

Parque Nacional Aparados da Serra

Parque Nacional Aparados da Serra


 Localizado na divisa de Santa Catarina com Rio Grande do Sul, o Parque Nacional de Aparados da Serra abriga uma beleza exuberante com 13.141,05 ha de área e canyons que chegam a 700m de altura. No canyon do Itaimbezinho você encontra 3 trilhas: do Vértice e do Cotovelo, localizadas na parte de cima, em Cambará do sul. E a trilha do Rio do Boi localizada na parte de baixo, com entrada em Praia Grande.

Como são as trilhas?

 Super tranquilas de se fazer, exigem apenas um esforço leve, podendo ser feita por pessoas de qualquer idade, desde que esteja disposta a caminhadas longas, sendo que a trilha do Cotovelo leva cerca de 3 horas para ser completada. Em cerca de 45 min você chega até a borda dos canyons e fica abalado com a vista. A trilha continua se estendendo pela borda, onde há 3 mirantes localizados estrategicamente para você observar o desfiladeiro lá em baixo e um local especial pra você sentar e apreciar a paisagem.





 A trilha do Vértice ja é mais curtinha, levando cerca de 1 hora para concluir. Andando agora pela outra borda do canyon você estará de frente com a cachoeira véu de noiva. E aqui já deixo uma dica: se você é aquela pessoa que gosta de um pastelzinho com um café bem caseiro, dê uma esticadinha na caminhada e visite A Casa do Vô Marçal e Vó Maria. Tomar um café com delícias caseiras em meio a tranquilidade de uma vista sem igual não tem preço.





 A trilha do rio do boi é  a maior, levando 6 horas para ser feita. Localizada na parte de baixo do parque, lá você vai precisar de um guia. E aqui ja deixo mais uma dica: faça essa trilha no verão ou na primavera, pois boa parte da travessia dela é feita por um rio, onde a água pega pela cintura. Como fui no inverno, troquei a trilha por uma cavalgada pelos canyons. E super recomendo, mesmo que você faça a trilha do boi também.
 Eventualmente você precisará passar pela Serra do Faxinal, seja você estando em Praia Grande subindo para as trilhas da borda ou seja você descendo de Cambará para a trilha de baixo. São cerca de 18km de serra com apenas alguns trechos asfaltados. As curvas são bem fechadas e com algumas pedras soltas no caminho, portanto, vá com calma e aproveite a vista que a serra proporciona.

Mais informações sobre o parque nesse site.
Site e Instagram para a cavalgada e guia para a trilha do rio do boi.