Posts Home

Ver mais posts...

Instituto Juarez Machado: Patrimônio da nossa Joinville

Hoje, no Aline Visita, iremos conhecer algo diferente do que costumamos ver nesse quadro aqui no blog (se você ainda não conhece, dê uma conferida aqui). Vamos falar um pouco sobre cultura e arte.

Instituto Juarez Machado
(foto)
Joinville é cheia de cultura e histórias para se orgulhar. Muitos atristas nasceram aqui, embora tenham ido construir sua fama em outras cidades, como Hamilton Machado (pintor e desenhista), Luiz Henrique Schwanke (artista plástico) e Eugênio Colin (desenhista e pintor). Mas, hoje iremos falar um pouco sobre Juarez Machado.

Na maioria das vezes, ao ouvir esse nome, lembramos apenas do nosso grande teatro situado no Complexo Centreventos Cau Hansen. Porém, deveríamos lembrar que Juarez foi, e é, pintor, escultor, desenhista, caricaturista, mímico, designer, cenógrafo, escritor, fotógrafo e ator. Trabalhou como chargista em importantes jornais do país e foi mímico num quadro do Fantástico. Conquistou vários prêmios pelo mundo com suas obras inconfundíveis e cheias de detalhes. Seu estilo e cores serviram até de inspiração para a iluminação e cenário do famoso filme O Fabuloso Destino de Amélie Poulain.
Atualmente, Juarez mora em Paris, possui um ateliê também no Rio de Janeiro e presenteou Joinville com o Instituto Juarez Machado.

Instituto Juarez Machado

Depois de tanto ouvir falar sobre o local, resolvi o visitar. Chegando lá não sabemos o que nos encanta mais: o charme da casinha construída por volta de 1930 onde sua família viveu - que hoje abriga a administração do lugar e um ateliê cenográfico do artista -, ou o aconchego do Café L'artiste, situado no pavilhão ao lado, ou o atendimento disciplinado e acolhedor que te recepciona já mesmo na calçada e te guia pelo instituto, te contando um pouquinho da história desse joinvilense tão criativo e cheio de extravagâncias. 

No segundo andar do pavilhão recém inaugurado é onde acontece a exposição permanente "Juarez Machado dos 11 ao 77". Uma exposição com obras escolhidas a dedo pelo artista, desde a sua primeira pitura aos 11 anos, até a sua última feita para celebrar seus 77 anos de idade.
Um conjunto de obras encantadoramente coloridas e belíssimas em seus traços. Cada quadro tem uma história única se escondendo pelos traços, ao mesmo tempo que se insinua e te provoca a inventar uma história sobre ela.


Instituto Juarez Machado

Instituto Juarez Machado

Na exposição, você ganha um guia que narra as aventuras e motivos que o levaram a pintar cada obra. Os quadros na foto acima foram pintados  numa ocasião bastante especial para Juarez. "Uma grande emoção e orgulho para mim" descreve ele. Em Paris, recebe um convite de um diplomata, que viria a ser um grande amigo até os dias de hoje, para representar as Américas numa exposição que celebraria a passagem histórica para um novo milênio. Juarez pintou 4 quadros na ocasião. Um deles foi para o Museu do Vaticano e os outro 3 "ficaram para o patrimônio de nossa Joinville", completa.

Instituto Juarez Machado

Instituto Juarez Machado

Nos quadros acima, podemos observar seu primeiro quadro a óleo aos 11 anos e, logo abaixo, seu quadro aos 77 anos. Perceba como a parede do quadro é verde. É um retrato dele pintando em sua própria exposição! 


Instituto Juarez Machado

Instituto Juarez Machado

O lugar, a exposição e o café logo no andar de baixo, é bastante aconchegante. Suas obras dão um toque todo especial deixando tudo com muito charme. Não é difícil você passar horas lá se perdendo em sua imaginação com tantos detalhes e cores. Ou até mesmo com as delícias do Café L'artiste da Doce Beijo. Vale muito apena uma visita! 

Instituto Juarez Machado

Você pode visitar o Instituto Juarez Machado de terça à domingo, na rua Lages, no América. E ainda, para contribuir com o meio ambiente e a mobilidade urbana, quem for de bicicleta tem entrada gratuita. Visite o site ou a página no facebook para mais informações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário