Posts Home

Ver mais posts...

Meus preferidos na Netflix


 Todo mundo tem os seus filmes ou séries preferidas, que guardam com carinho na lembrança porque, de alguma forma, eles te ensinaram algo ou marcaram alguma época da sua vida.



 Ler em Português      Read in English

 Resolvi trazer aqui os meus preferidos que se encontram atualmente na Netflix, de forma que sempre posso voltar a eles a hora que eu quiser, e acho que eles merecem um lugarzinho especial aqui nesse blog. E até mesmo para daqui 2, 5 ou 10 anos voltar aqui e ver o quanto minha forma de pensar possa ter mudado com o tempo. Então, vamos à lista!


 Sherlock, seriado da BBC que muita gente ama e eu não poderia deixar de amar também. Trazendo um dos meus personagens favoritos para os dias atuais, Benedict Cumberbatch dá um show de atuação na pele de Sherlock Holmes, e nos apaixonamos cada vez mais por John Watson, vivido por Martin Freeman. Primeira temporada é um show a parte mesmo tendo apenas 3 episódios. Se você ainda não assistiu, de uma chance para a série.


 Vikings, seriado da History, inspirado nas invasões nórdicas com cenas de batalha que te deixam quase sem respirar, esperando o fechamento dos ataques e dos movimentos de cada personagem. A trilha de fundo das batalhas estrategicamente lá para te levar para dentro delas sem que você se de conta. "If I Had a Heart", música do tema de abertura da série, de longe o meu preferido aqui nessa lista.


 Breaking Bad. Gostaria de deixar aqui um agradecimento especial à pessoa que me fez assistir esse seriado. Demoramos, mas terminamos as 5 temporadas. Acho que nem preciso dizer que essa é umas das melhores séries que já existiu. Os personagens que iniciei odiando terminei amando e vice-versa. Walter White fez um trabalho espetacular em virar a vida dos outros de cabeça para baixo. Bryan Cranston e Aaron Paul fizeram as melhores atuações da tv, entregando um trabalho impecável que dá gosto de ver. Se você ainda não assistiu Breaking Bad, vai por mim, de um jeito de encaixar essa série em sua lista.


 O Jogo da Imitação, filme de 2014, conta a história de Alan Turing, um matemático gay liderando uma equipe que tenta desvendar o código alemão durante a Segunda Guerra Mundial. Benedict Cumberbatch mais uma vez me surpreende com sua atuação. Não nego que o final conseguiu me arrancar algumas lágrimas, ainda mais quando você lembra que se trata de uma história real e das injustiças cometidas contra alguém com uma mente tão brilhante que usou seu talento para salvar milhões de vidas e virou um herói de guerra. Em 2013, Alan Turing foi perdoado postumamente da condenação por prática homossexual, pela rainha Elizabeth II.


 Avatar - A lenda de Aang, uma série da Nickelodeon que eu já assisti dezenas de vezes. E assistiria novamente sem problema algum. Zuko foi um dos meus personagens preferidos e continua sendo até hoje. Uma narração que mesmo retratando o personagem como o vilão da história faz você enxergá-lo através de suas ações e compreendê-lo de certa forma. O seriado te prende até o fim e faz você aprender junto com Zuko e Aang o significado de ter uma família e amigos reais.


 Quais são os seus preferidos, estando dentro ou fora do catálogo da Netflix? Você ainda guarda na memória aquele filme que marcou o seu dia? 


Nenhum comentário:

Postar um comentário